quinta-feira, março 13, 2008

vitória nos 'voluntários'!

O Dr. Paulo Correia, ex-director do Hospital de Lamego, e actual Administrador da empresa municipal "Lamego conVida" venceu esta quarta-feira as eleições para a presidência da Direcção dos Bombeiros Voluntários de Viseu, derrotando a Lista B, encabeçada pelo dr. Leonel Carvalho, ex-director do Centro Regional de Viseu da Segurança Social (no Governo de Durão Barroso) e, também, ex-presidente da Comissão Política Concelhia de Viseu do PSD.

Na presidência da Assembleia Geral fica agora o engº Belarmino Rodrigues Alves, presidente da Cooperativa dos Fruticultores da Beira Alta e no Conselho Fiscal o dr. José Alberto C. Ferreira, presidente da Escola Superior de Tecnologia (I. Politécnico) e da Associação de Futebol de Viseu.

A Lista B, derrotada de hoje, para além de Leonel Carvalho, contava com nomes como Pedro Alves, chefe de gabinete da presidente da Câmara Municipal de Nelas, e filho do actual comandante dos Bombeiros Voluntários de Viseu, Horácio Alves, e com o dr. Ribeiro Gonçalves (presidente de Direcção cessante), que estava a cumprir o seu terceiro mandato, este para o Conselho Fiscal.

Umas das maiores "anedotas" das presentes eleições - eleições que movimentaram os sócios dos Voluntários de forma pouco comum - foi o anúncio, por parte da Lista B, de que os BV já tinham terreno para a construção do Novo Quartel.

Quando se veio a saber, tratava-se dos terrenos na freguesia de Campo, junto ao Monte de Santa Luzia, cedidos há largos anos pelo dr. Fernando Ruas (CMV) e a que o dr. Ribeiro Gonçalves sempre disse 'não'!...

Ora, como não havia mais nada para dizer, em tempo de campanha, o dr. Leonel Carvalho viu-se na contingência de, à última da hora, desfraldar os ditos terrenos como se de uma bandeira se tratasse.

Ficou toda a gente mal vista!... Mas, pior, pior, pior, deve ter ficado o presidente cessante, o dr. Ribeiro Gonçalves, que após andar a dizer mal dos terrenos que o Presidente da Câmara lhe ofereceu, teve de engolir 'sapos vivos' e alinhar de alma e coração no 'volte-face' de Leonel Carvalho.

Melhor lhe ficaria ter-se retirado - tal como prometeu a quem o quis ouvir!... - e não ter cedido à tentação de prolongar o seu pontificado de três mandatos, mesmo que reduzido a um lugar no Conselho Fiscal.

Talvez por sentir que foi ele o grande derrotado da noite, Ribeiro Gonçalves fugiu logo a seguir ao anúncio dos resultados eleitorais, recusando-se inclusivé a ser fotografado junto do novo presidente, dr. Paulo Correia.

O novo presidente da Direcção, após ter sido eleito, distribuiu rosas vermelhas por todos os presentes, em número igual ao que constitui presentemente o Corpo Activo dos Bombeiros Voluntários, gesto que foi sublinhado e apreciado.

3 comentários:

Lambaia disse...

É preciso não esquecer a auditoria. E as fogueiras, já começaram? Esclareço: de vez em quando são enviados os funcionários da Corporação para queimar papeis!

heresias consentidas disse...

é pah
agradeço as tuas 'dicas' e ateh pedia o favor de me explikares melhor isso da keima dos papeis!...
será possível k keiram eskonder , porventura, uma gestão danosa?!
e saberás tuh alguma koisa dos cento e tal mil euros da conta dos bombeiros k axo k agora não aparecem??????????

lambaia disse...

constroi-se muito nesta cidade! E essas historias levam tempo para serem contadas. Mas eu investia na auditoria, nem que se tivesse que cravar os sócios com esse designio especifico: a instituição, que graças a Deus pratica a abnegação mas não é humanitária, agradece.